quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Sindicatos de Baia Formosa e São José de Mipibú recebem visita da FETARN

A FETARN fez uma rodade de visitas nos STTRs de Baia Formosa e São José de Mipibú com o objetivo de organizar a documentação dos sindicatos junto ao Ministério do Trabalho





Recadastramento Sindical de Sao José do Campestre

Quinta Feira 30 de outubro de 2014

FETARN se reuniu com a direção e assessoria do STTR de São José do Campestre para discutir sobre o recadastramento sindical.  A ação vem se somar ao cadastro dos segurados especiais feito junto ao INSS desde 2011




Recadastramento dos Rurais em Lagoa Nova

FETARN e dirigentes sindicais do STTR dLagoa Se Reuniram neste dia 23 de outubro de 2014 para discutir sobre o recadastramento dos sócios e sócias.
A ação faz parte da JORNADA SINDICAL e já atinge cerca de 20 sindicatos do estado.



REPRESENTANTE DA DFMDA/RN REALIZA REUNIÃO EM ANGICOS SOBRE MULTIRÃO DE DOCUMENTAÇÃO E PRONATEC CAMPO

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Nesta quarta feira, foi realizado uma reunão na sede do STTR de angicos, sobre o PRONATEC CAMPO E O MULTIRÃO DE DOCUMENTAÇÃO DA TRABALHADORA RURAL.
A reunião foi coordenado pelo DELEGADO FEDERAL DO MINISTERIO DO DESENVOLVIMENTO AGRARIO DO RN – DFMDA DARIO ALVES, e contou com a participação dos representantes de angicos: STTR – DIRETORES IVANALDO ROGERIO E ALMIR MEDEIROS, EMATER – MARCILIO TORRES E MICHELINE TORRES, SECRETARIA DE AGRICULTURA – JAILMA ARAUJO E JOSE CRISTALINO, UFERSA – PROF. JACIMARA, SECRETARIA DE AÇÃO SOCIAL - JOSINEIDE, TERRITORIO SERTÃO CENTRAL CABUGI E LITORAL NORTE - MONICA, E UMA REPRESENTANTE DE UMA COMUNIDADE RURAL (RIO VELHO) – SANDRA.
Foram priorizados os cursos do PRONATEC, na relação abaixo
CURSOS DO PRONATEC CAMPO

01
OPERADOR DE RETROESCAVADEIRA
02
PREPARADOR DE DOCES E CONSERVAS
03
HORTICULTOR ORGANICO
04
AGRICULTOR FAMILIAR
05
AVICULTOR
06
AGENTE DE INFORMAÇÃO TURISTICAS

INSCRIÇÕES ATÉ DIA 17 DE NOVEMBRO DE 2014.
A reunão tambem falou sobre o Multirão de documentação da trabalhadora rural, onde durante os dias 10 e 11 de novembro de 2014, vai ser realizado no município de angicos, no dia 10 na quadra de esporte do RIO VELHO e no dia 11 na sede do STTR de angicos, o multirão de documentação, vai ser feito, 1º E 2º VIA DE CPF, 1º E 2º VIA DE CARTEIRA PROFISSIONAL E 2º VIA DE CERTIDÃO DE NASCIMENTO E CASAMENTO E INSCRIÇÃO DE TRABALHADOR(A) RURAL JUNTO AO INSS.

MAIS INFORMAÇÕES PROCUREM O STTR DE ANGICOS.





Postado por ALMIR MEDEIROS às 22:56

Emater/RN: Publicado novo edital para seleção de bolsistas de níveis médio e superior

quarta-feira, 29 de outubro de 2014



Em virtude da necessidade de adequações técnicas e administrativas, o Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do RN (Emater) revogou o Edital de Convocação nº 09/2014 Fapern/Emater.
Foi publicado sábado (25), no Diário Oficial do Estado, o novo Edital para a realização do Processo Seletivo Simplificado que visa o preenchimento de 144 vagas de bolsas de níveis médio e superior.
Aqueles que já fizeram sua inscrição baseado nas regras do edital anterior, deverão se inscrever novamente, levando em conta as mudanças na oferta de vagas do novo documento., conforme reportagem do Portal no Ar.
Realizado em parceria com a Fundação de Apoio à Pesquisa no RN (Fapern), a iniciativa destina-se à seleção de profissionais para atuar em ações de extensão vinculadas ao Projeto de Difusão de Tecnologia em Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater).
As inscrições deverão ser feitas exclusivamente via internet, através do preenchimento de formulário próprio disponibilizado no endereço eletrônico www.emater.rn.gov.br ou servicos.emater.rn.gov.br/processoseletivo, no período das 8h do dia 25 de outubro até às 23h59 do dia 24 de novembro, observado o horário oficial local.
Deverão ser preenchidos os dados pessoais necessários para inscrição e, ainda anexar, em formato eletrônico (PDF), de até 2mb, o Curriculum Vitae.
Qualquer esclarecimento e informação adicional acerca do conteúdo do edital a ser publicado pode ser obtido junto à Fapern, por meio do número telefônico (84) 3232-1729 e pelo e-mail fapern@rn.gov.br, ou também na Emater/RN, por meio do telefone (84) 3232-2213 e (84) 3232-2207 e e-mail uirhemater@rn.gov.br.
fonte do blog de pauta aberta

Postado por ALMIR MEDEIROS às 23:00

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Fetarn: Entidade endossa indignação de dirigentes comunitários contra aumento de tarifa de luz


Manoel Cândido
O protesto de dirigentes comunitários de diversos municípios potiguares contra o aumento considerado abusivo praticado a partir de agosto pela Companhia Energética do RN (Cosern), supostamente incluindo na fatura valores relativos ao ICMS dos últimos cinco anos, ganhou o aval da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do RN (Fetarn).
É revoltante. Nós não concordamos com a maneira como a Cosern está fazendo isso [aplicando o aumento nas contas mensais de energia]”, disparou o presidente da Federação, Manoel Cândido da Costa, em entrevista por telefone à Rádio Princesa do Vale, em Assú.
O dirigente explicou que a concessionária deixou de embutir na fatura o percentual correspondente ao ICMS desde 2009.
Só agora quando o Estado faz uma vistoria nesses repasses descobre que estava faltando uma coisa a ser cobrada”, disse.
Esse acúmulo desta diferença que a Cosern deixou de cobrar quer receber [o Estado]todo de uma só vez”, completou.
Sob pressão, a companhia decidiu repassar aos usuários o valor da conta. Manoel Cândido citou como exemplo a situação enfrentada pelo Distrito Irrigado do Baixo-Açu (Diba), no perímetro irrigado Oswaldo Amorim, no Vale do Açu.
O Diba possuía uma conta de consumo de energia mensal variável entre R$ 120 mil a R$ 140 mil.
Com o acréscimo instituído pela Cosern a fatura para a organização que agrega os colonos do projeto irrigado chegou com um valor de R$ 2 milhões.
Então, é impossível que isso aconteça. Não podemos concordar com isso. Quero deixar claro que a nossa Federação também está revoltada com isso”, reiterou o presidente da Fetarn.
Ele disse que os dirigentes de associações rurais que estão sendo surpreendidos com a questão procurem a entidade.
fonte do blog de pauta aberta

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Recadastramento dos Rurais de Pau dos Ferros

16 e 17 de outubro de 2014

Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pau dos Ferros intensifica a Jornada Sindical nas Comunidades Rurais Para discutir sobre a importância do recadastramento sindical.




segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Segurado especial precisa renovar senha no banco que recebe o benefício previdenciário até 31 de dezembro de 2014





Até 31 de dezembro de 2014, todos os beneficiários e beneficiárias da Previdência Social precisam renovar a senha utilizada nas agências bancárias para receber os benefícios previdenciários, sob pena de ter o seu pagamento interrompido.

A renovação da senha é considerada “prova de vida” perante a Previdência Social e o procedimento é realizado diretamente no banco em que o segurado recebe o benefício mediante a apresentação de um documento de identificação com foto (carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação e outros). Portanto, não é necessário ir à Agência do INSS para fazer o procedimento.

Os beneficiários que não puderem ir até às agências bancárias por motivos de doença ou dificuldades de locomoção, podem realizar a renovação da senha/ prova de vida por meio de um procurador devidamente cadastrado no INSS.

O procedimento é obrigatório para todos os beneficiários(as) da Previdência Social, inclusive os trabalhadores e trabalhadoras rurais, que recebem o pagamento de seus benefícios por meio de conta corrente, conta poupança ou cartão magnético. “Essa é uma exigência do governo para evitar que haja pagamento indevido de benefícios e garantir segurança nesse procedimento a todos os previdenciários”, explicou o secretário de Políticas Sociais da CONTAG, José Wilson Gonçalves.

De acordo com o INSS, dos 31,1 milhões de beneficiários e beneficiários que recebem benefícios, 29 milhões já realizaram a renovação de senha que começou a ser feita em maio de 2012. Dentre os mais de dois milhões de beneficiários(as) que ainda não regularizaram a sua situação, 620 mil são rurais.

Os bancos estão comunicando os beneficiários(as) sobre a renovação da senha por meio de mensagens informativas, disponibilizadas nos seus caixas eletrônicos e sites na internet. E a CONTAG convoca as Federações e Sindicatos para divulgarem essas informações nos estados e municípios e orientarem os trabalhadores e trabalhadoras rurais sobre a importância da renovação da senha/prova de vida para que os seus benefícios não sejam interrompidos.

No entanto, a CONTAG alerta os trabalhadores e trabalhadoras rurais que é preciso apenas renovar a senha. “É preciso ficar alerta aos casos onde os bancos aproveitam para pegar assinaturas dos aposentados(as) e pensionistas para a contratação de empréstimo consignado, cartão de crédito e abertura de contas. Não é preciso adquirir nenhum dos produtos oferecidos pelos agentes financeiros”, alertou José Wilson.




FONTE: Imprensa CONTAG - Verônica Tozzi

sábado, 11 de outubro de 2014

Movimentos discutem gestão do Centro de Comercialização e Capacitação da Agricultura Familiar do DF

09/10/2014| DISTRITO FEDERAL





Na tarde de ontem, dia 08, a CONTAG, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Distrito Federal e Entorno (FETADFE) e outros movimentos que representam a classe na região se reuniram com a Secretaria de Agricultura do Distrito Federal e e outros orgãos do governo, na sede do Incra, para discutir questões relacionadas ao Centro de Comercialização e Capacitação da Agricultura Familiar. Participaram também alguns parlamentares que apoiam a agricultura familiar.

Esta é uma demanda antiga da FETADFE, que caminha para a sua conclusão, mas ainda tem detalhes importantes a serem resolvidos. O Centro será um espaço para capacitação de agricultores(as) familiares para que eles e elas possam aprender a comercializar suas produções da forma correta, e se localizará no Ceasa.

A demanda foi entregue ao governo do DF no ano de 2002, a partir de um projeto desenvolvido pelos movimentos sociais que previa uma estrutura completa que pudesse ser utilizada para capacitação dos agricultores(as) e comercialização no mesmo local. No mesmo ano, foi entregue o terreno para a construção, mas os recursos financeiros, cerca de seis milhões de reais providos pelo MDA, só chegaram em 2004. A construção só começou anos depois, e atualmente o Centro tem 95% da obra concluída. Além do acabamento, faltam os equipamentos para os cursos de capacitação, câmeras frias e veículos de suporte, que aguardam licitação, além da criação de normativos para regulamentar as atividades no local. Segundo informação do subsecretário de Agricultura do DF, a licitação será feita ainda este mês.

Gestão

A principal pauta da reunião foi a gestão do Centro. A Secretaria de Agricultura do Distrito Federal atribuiu a responsabilidade de geri-lo à EMATER-DF. Os movimentos, porém, não aceitaram. “O projeto é nosso, mas o governo diz que o gestor será de uma empresa pública. Acreditamos que, se foi algo que nós pedimos para a agricultura familiar, não podemos deixar na mão do governo”, afirma o secretário de Administração e Finanças da FETADFE, Lucindo Alves.

Após apresentar a reivindicação pela gestão do Centro, o encaminhamento foi a criação de um comitê gestor, com participação do governo e dos movimentos. Aguarda-se agora a conclusão da obra, para que possam ser iniciadas as atividades.

FONTE: Imprensa CONTAG - Gabriella Avila

REELEGER DILMA PRESIDENTA DO BRASIL - Para avançar nas conquistas e impedir o retrocesso no campo

10/10/2014| ELEIÇÕES 2014




FOTO: Ichiro Guerra

O apoio e o voto de milhares de trabalhadores e trabalhadoras em todo o Brasil foram decisivos para assegurar a vitória da candidatura de Dilma Rousseff no primeiro turno das eleições presidenciais. O povo brasileiro demonstrou que quer manter e ampliar as conquistas que vem mudando a vida do povo do campo, especialmente os mais pobres.

No segundo turno, estão em disputa dois projetos políticos, um defendido por Dilma Rousseff, e o outro por Aécio Neves. O projeto neoliberal de Aécio Neves tem no centro da política econômica a redução dos investimentos para priorizar o pagamento das dívidas do Estado e a elevação das taxas de juros. Como no passado, esta política levará ao crescimento do desemprego, a redução de direitos trabalhistas e previdenciários, ao arrocho salarial e achatamento do salário mínimo, redução da capacidade de consumo interno, diminuição do crédito e enfraquecimento das políticas de proteção social. Da mesma forma, impedirá o avanço de conquistas importantes como a política de valorização do salário mínimo, o pleno emprego e a execução de programas como o Bolsa Família, Universidade para Todos, Minha Casa Minha Vida, dentre outros que poderão ser extintos ou reduzidos, afetando negativamente os trabalhadores e trabalhadoras.

Uma das características mais fortes do projeto neoliberal é a existência do Estado Mínimo que significa o enfraquecimento das instituições públicas. A diminuição do Poder do Estado coloca em risco as conquistas sociais que vêm mudando a vida do povo brasileiro, especialmente os mais pobres. Uma das medidas já apontadas será a extinção de ministérios estratégicos para os trabalhadores e trabalhadoras, podendo acabar com o Ministério do Desenvolvimento Agrário, o Incra, Secretaria de Políticas para as Mulheres, Secretaria de Promoção da Igualdade Racial e Secretaria Especial da Juventude, dentre outras, o que trará muitos prejuízos para o povo e romperá com o importante processo de construção de políticas que asseguram direitos inéditos, especialmente para mulheres, juventude e pessoas da terceira idade.

O fim do MDA fará com que todas as políticas para o campo sejam concentradas no Ministério da Agricultura, como era no passado onde não existiam reconhecimento e ações específicas para a agricultura familiar e a reforma agrária. Não podemos colocar em risco nossas conquistas e retroceder no PRONAF e em outras políticas estratégicas para o campo, a exemplo da Habitação Rural, Programa de Aquisição de Alimentos – PAA, Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE, PRONACAMPO, PRONATEC, Assistência Técnica, Plano Nacional de Agroecologia, nem na política territorial e previdência rural, dentre outras. Não aceitamos a volta ao passado e não retornaremos ao Brasil da recessão, criminalização da luta dos trabalhadores e trabalhadoras, repressão às organizações, redução de direitos e da exclusão social.

Defendemos o projeto de Governo representado por Dilma Rousseff porque queremos assegurar as conquistas alcançadas até aqui, especialmente aquelas asseguradas pela opção política de combater a pobreza e fazer inclusão social que retirou da miséria mais de 36 milhões de pessoas. Manteremos nossa luta para ampliar nossos direitos e garantir mais políticas que dinamizem o desenvolvimento rural sustentável e solidário, consolidando o campo como espaço onde as pessoas trabalhem, produzam e reproduzam qualidade de vida, valorizando a natureza e o patrimônio cultural e social, fortalecendo a organização, a democracia e a justiça no meio rural.

A CONTAG reafirma seu compromisso em reeleger Dilma Rousseff Presidenta do Brasil, e conclama a mobilização e a participação das 27 Federações e dos mais de 4 mil Sindicatos que representam cerca de 15 milhões de trabalhadores e trabalhadoras rurais para defenderem, de maneira firme e engajada, o projeto que vem mudando positivamente o País.

Trabalhadores e trabalhadoras rurais do Brasil, para continuar avançando em direitos, justiça e igualdade, vamos todos e todas votar e reeleger Dilma Rousseff, Presidenta do Brasil.

DIRETORIA DA CONTAG

FONTE: DIRETORIA DA CONTAG

CONTAG se reúne com MDA e consegue liberação de recursos para o PRONAF

10/10/2014| PRONAF

Os beneficiários da categoria A do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) estavam encontrando problemas para acessar o crédito do Programa. Após localizar o problema, a CONTAG marcou uma audiência urgente com o ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rosseto, para cobrança dos recursos.

“A reunião teve desdobramento positivo, e o ministro sinalizou que o recurso estará disponível nas agências a partir da próxima segunda-feira, dia 13 de outubro. As Federações e Sindicatos devem orientar os agricultores(as) para procurarem as agências”, anuncia o secretário de Política Agrária da CONTAG, Zenildo Pereira Xavier.

A Secretaria de Política Agrária da CONTAG se coloca a disposição para esclarecimento de dúvidas, no telefone 061 2102-2288, ou diretamente com o secretário Zenildo pelo telefone 061 8184 9833.

FONTE: Imprensa CONTAG - Gabriella Avila





quinta-feira, 9 de outubro de 2014

RECADASTRAMENTO DOS RURAIS DE LAGOA DANTA

27/09/14
O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Lagoa Danta fez duas grandes reunioes em seu municipio para discutir sobre o recadastramento dos rurais.
O evento contou com a participação dos diretores da FETARN Erivam do Carmo e Naedson, bem como do Assessor Paulo José.  
Essa ação esta acontecendo em todo o estado do RN e tem como objetivo garantir os diretos dos trabalhadores rurais, organizar a estrutura sindical e dar mais transparencia nas ações em prol daqueles que são defendidos pelo Movimento Sindical.





Pólo Alto Oeste da FETARN

Strs do Pólo Alto Oeste da FETARN se reúnem em Pau dos Ferros para avaliar as ações da região e marcar atividades nas comunidades rurais. A ...