quinta-feira, 16 de agosto de 2012

FONEC reúne representações de todo o país em seminário nacional de Educação do Campo



FOTO: César Ramos

O Fórum Nacional de Educação do Campo (FONEC) promove de 15 a 17 de agosto de 2012 o Seminário Nacional de Educação do Campo, que acontece no auditório Margarida Maria Alves, na Escola Nacional de Formação da CONTAG (ENFOC), em Brasília. O evento pretende fazer uma reflexão sobre a situação da Educação do Campo e sua trajetória histórica e política, unificando a leitura dos desafios postos especialmente aos movimentos e organizações sociais e sindicais, além de construir uma estratégia de articulação e mobilização do FONEC em âmbito nacional, estadual e municipal.

A abertura política contou com representações da CONTAG, Via Campesina, Rede de Educação do Semiárido Brasileiro (RESAB), Rede CEFFAS (Centros Familiares de Formação por Alternância), das Instituições de Ensino Superior e do deputado federal Padre João (PT-MG). A Confederação foi representada pelo secretário de Políticas Sociais, José Wilson, e pela vice-presidente e secretária de Relações Internacionais, Alessandra Lunas.

José Wilson destaca que esse seminário é um exemplo de unidade entre os movimentos sociais, que assimilaram que sozinhos não conseguem avançar tanto. “A CONTAG teve muitos momentos de fortalecimento, como no Grito da Terra Brasil, na Marcha das Margaridas, no Festival Nacional da Juventude Rural, dentre outros. Mas, avaliamos que avançamos pouco na área da educação. Nesse sentido, entendemos que é preciso haver essa união”, explica.

Por esse e outros motivos, o dirigente acredita que o FONEC será o espaço que fortalecerá essa articulação. “Mas, para isso, o Fórum deve ser consolidado para dar voz aos movimentos que o compõe”, defende.

Já Alessandra Lunas afirma que são muitos os desafios na política de educação do campo. “Um deles é como fazer a sociedade compreender as especificidades do campo. Por isso, esse seminário é extremamente importante para fortalecer a nossa luta pela implementação de um modelo de educação dentro da realidade das populações do campo, das águas e das florestas”, destaca.

Os dois diretores da CONTAG lembraram também da formatura da turma especial de Direito dos Beneficiários da Reforma Agrária e Agricultores Familiares Tradicionais, realizada em 11 de agosto, na Cidade de Goiás/GO. Para a Confederação, representa uma conquista da categoria trabalhadora rural e um momento de superação da distância que existe entre a comunidade acadêmica e as populações rurais e sua diversidade.

Ainda na abertura política, a maioria das lideranças presentes concordou que o grande desafio dessa luta da educação do campo é garantir que os sujeitos do campo sejam reconhecidos como diferentes.

No primeiro dia, além da abertura, houve uma introdução aos debates e trabalho em grupo sobre o panorama da Educação do Campo nos estados e regiões. No período da tarde estão programadas uma plenária de socialização das sínteses do debate realizado nos grupos e uma exposição com o tema “O campo brasileiro hoje e os projetos de desenvolvimento em confronto”.

Para o segundo dia foi planejado um painel que tratará da Educação Brasileira e desafios para a Educação do Campo, além do balanço de uma década e meia da Educação do Campo. Também está na programação a exposição do documento preliminar para os debates, bem como um trabalho de grupo para aprofundamento da análise para a construção de estratégias de atuação política na Educação do Campo e apresentação de publicações sobre essa temática.

No último dia, 17 de agosto, será apresentada a síntese do trabalho em grupo e acontecerá outra atividade coletiva para definição de estratégias de atuação política e fortalecimento da organicidade do FONEC e plenária final para socialização das discussões dos grupos e encaminhamentos finais do seminário.

FONTE: Imprensa CONTAG - Verônica Tozzi

STR Goianinha faz sua previsão orçamentária

STR de Goianinha comemora com seus associados e associadas as festas de final de ano. Ao mesmo tempo fez sua previsão orçamentária para o ex...