terça-feira, 16 de outubro de 2012

SEGURANÇA - Palavra de Ordem

Roberto Salem
Por Izaíra Thalita
izathalita@gmail.com | Twitter: @izairathalita

Roberto Salem de Miranda Junior , 36 anos, é gestor em empresa de segurança que atua com sede em Natal desde o ano de 2000 e no mercado de Mossoró com filial desde o ano 2005. Atua com consultoria técnica a clientes e empresas. Sua experiência na área permite verificar problemas referentes à segurança residencial e empresarial, hoje uma das questões que mais preocupam, dentro de uma clientela que só cresce. Nesta entrevista, Roberto divide um pouco de sua experiência na área e dá importantes dicas que devem ser adotadas na rotina de todos os que desejam proteger bens e família. Confira:

DOMINGO – A partir do mês de novembro e já se aproximando o final do ano, as pessoas costumam viajar mais e fechar suas residências. Pela sua experiência na área de segurança, que tipos de descuidos podem favorecer a ação de bandidos?
ROBERTO SALEM – No período de férias é preciso tomar alguns cuidados extras com a segurança de sua residência, principalmente em caso de viagem. Nunca comente com estranhos sua viagem, tenha cuidado ao comentar em lugares que frequenta como bares, café, bancas de jornal. Feche bem janelas e portas, mesmo as do carro que permanecerem na garagem. Sempre que possível reforce as janelas e portas. Não deixe luzes acesas. Esse é um truque manjado, que tem efeito contrário e que hoje atrai os ladrões. Instalação de sensores de “minuteria” ou “temporizadores” nas luzes internas e externas pode dar a aparência de que alguém está em casa e é mais eficiente. Quem mora em casa deve tomar algumas precauções extras. Solicitar a interrupção da entrega de jornais dos quais eventualmente seja assinante é a primeira delas; evitar deixar carros na garagem por longos períodos, caso seja necessário. Quem mora em condomínio não deve comentar o dia de retorno aos funcionários do edifício. Também é aconselhável não deixar chaves com empregados, a não ser em casos de confiança absoluta ou de necessidade inadiável. Nunca deixe mensagens em sua secretária eletrônica dizendo que estará ausente por certo período de tempo. Sua empresa vai entrar de férias? Ótimo, mas não é prudente colocar na fachada da empresa a data de saída e retorno, mande um comunicado ou e-mail para seus clientes e fornecedores; você evita de meliantes ficarem sabendo o período que não haverá ninguém na empresa. Caso a pessoa tenha contratado uma empresa de monitoramento eletrônico, deve-se, em primeiro lugar, um a dois dias antes de sair de viagem solicitar uma manutenção preventiva no seu sistema de alarme para que seja vista a comunicação entre seu alarme e a empresa que lhe presta serviço, bem como que sejam verificados todos os equipamentos e periféricos instalados que lhe proporcionam segurança se eles estão em perfeito funcionamento. Posterior a esta tomada de atitude, um dia antes da viagem informe à empresa que lhe presta serviço dando a data de sua saída e retorno de viagem, como também atualizando os telefones de contato caso haja algum problema, como caso tenha telefones de amigos e parentes de confiança que irão ficar na cidade, que poderão dar um suporte caso acha uma real necessidade, e passe as demais recomendações que o cliente achar necessário, bem como pode solicitar rondas em sua residência e/ou empresa caso tenha esse serviço ora contratado.

QUAIS são os erros mais frequentes que você encontra?
MUITOS cometem um erro primordial que é deixar a luz acesa. Nunca deixe as luzes acesas 24 horas como já relatado anteriormente, isto indica que a casa está vazia, além de gerar desperdício e até possíveis acidentes. Certifique-se também que deixou os registros de água e gás fechados, que suspendeu a entrega de jornais, revistas. Janelas, portas e portões precisam ser fechados com o cuidado e a prevenção correta, pois na maioria das vezes saímos apressados sem conferir todos os itens. Tem casos da não ativação do S.S.E (Sistema de Segurança Eletrônico), da não comunicação à empresa que lhe presta serviço de monitoramento, da não atualização dos telefones de contato. Tem casos de proprietários de casas que deixam pessoas no local e/ou responsáveis para ir pegar as correspondências e cuidar da casa, porém não comunicam à empresa de segurança, o que vai acarretar transtornos para todos os envolvidos.

A BUSCA de consultoria nessa área de segurança se dá mais por quais mecanismos de proteção?
DOU uma dica que acredito ser primordial a quem procura qualquer serviço de segurança, pois sou cliente também e uso mecanismos de segurança: em primeiro lugar, antes de contratar um serviço de segurança e/ou empresa, faça questão de conhecer a estrutura e a empresa que estará lhe prestando serviço, para que você analise e tenha a certeza da solidez e a responsabilidade desta empresa e principalmente se ela terá condições de atender o que lhe foi prometido e garantido em contrato. Temos ainda um grande problema no nosso mercado, que é a falta de cuidados por parte do contratante na contratação de um serviço e/ou empresa. Mas, respondendo o que você me perguntou: a clientela procura muito o serviço de patrulhamento, porém não pode deixar de ser contratado um monitoramento, com o sistema de segurança eletrônico instalado em residências ou comercial em geral; sistema periférico, como cerca pulsativa; sensores de barreiras; sistema de câmeras, hoje produto chefe utilizado também na questão no controle administrativo e bem como na busca da diminuição e do controle de perdas internas de produtos além de um ponto forte de inibição. É importante dizer que hoje, com as câmeras, os clientes podem acompanhar esta imagens remotamente através da internet, em casa, Smartphone, tablets e outros meios de onde estivermos, desde que tenhamos uma internet boa no equipamento e no local onde as câmeras estão instaladas.

O QUE há de novidades nessa área que produzem resultados e dão mais segurança às pessoas?
QUANDO falamos em segurança não podemos esquecer que segurança é um conjunto de fatores que vai das mais simples como fechar portas e janelas, grades nas janelas, de repente ter um cão, contratação de empresa de segurança seja ela patrimonial e ou de monitoramento eletrônico, mas temos hoje alguns produtos inovadores que vêm agregar e tecnologia proporcionando uma melhor sensação de segurança. Controle de acesso remoto; onde via internet o cliente mesmo ausente de sua casa e/ou empresa pode ser remotamente acionado e com auxilio de câmeras pode abrir portas, desarmado o sistema de segurança, acender luzes, abrir portão automatizado entre outros; câmeras IP, com identificação de mudança de ambientes; sensores de diversas tecnologias, marcas e modelos; rastreamento veicular, onde hoje podemos visualizar imagens internas, ouvir audio.

COMO você observa a área de atuação para negócios que visam ofertar sistemas de segurança privada, na cidade de Mossoró?
EXISTE ainda um grande mercado na cidade, porém existe ainda uma grande dificuldade em ofertar serviços, pois a maioria ainda enxerga segurança como custo e não como investimento e beneficio, seja para o bem comum, como conforto, tranquilidade que nos proporciona qualidade de vida devido à insegurança que existe hoje no nosso país e não menos na nossa cidade, bem como na prevenção de perdas.

DE QUE maneira é possível estar atualizado sobre as novidades nesta área de serviços em segurança? Há algum evento específico em que os produtos são apresentados?
HOJE, existem feiras de segurança anuais e bem consolidadas, com reconhecimento nacional, porém muito voltadas para as regiões Sul e Centro-Sul, mas existem diversos sites, livros, revistas da área.

EM MOSSORÓ, a procura está crescendo? Em percentuais, como você observa isso na sua empresa?
TEM crescido muito nos últimos cinco anos, em que voltei a morar em Mossoró para gerenciar uma empresa na cidade, esta, por sua vez, obteve crescimento de mais de 100% e anualmente temos conseguido obter um aumento entre 15% e 20%. Porém, não podemos deixar de relatar que temos também perdas anuais de contratos que estão próximos dos 5%, percentual alto que muitas vezes se dá, devido a um mercado que carece de uma regulamentação, ou seja, um órgão fiscalizador na área da segurança eletrônica, como a que existe atualmente na área da segurança privada.

VOCÊ acha que a falta de uma maior segurança, como serviço público, favorece a oferta particular destes serviços?
COM certeza, mas hoje não podemos somente pensar desta forma. As empresas de segurança têm suas limitações. Elas vêm, sim, a ajudar na diminuição e na fiscalização da criminalidade, ou seja, de roubos e furtos, dentre outros casos ligados a esta área. Porém, a segurança pública é primordial para dar uma seqüência a este casamento que, quando bem feito, a eficácia trará a excelência na prestação do serviço.

A INFORMATIZAÇÃO tende a estar mais presente, cada vez mais, na segurança das residências e empresas?
SIM. Hoje, podemos acompanhar toda a rotina da nossa casa ou empresa e de onde estivermos, desde que tenhamos uma boa internet, sendo através de câmeras do no Smartphone, gerenciando situações com foco na segurança e no controle administrativo, dentre outras coisas. Mas, não posso deixar de frisar o seguinte ponto: mesmo com toda a tecnologia que tenhamos, se não tivermos alguns cuidados, poderemos colocar tudo a perder. Todo o cuidado é importante. Seguir aquelas dicas que falei no início vai ser fundamental. Não podemos nunca deixar de alertar e relatar que a cada dia mais existem grupos sofisticados e organizados e que suas atividades criminosas, cada dia mais, vêm a desafiar a sociedade, as instituições e a população em geral e em especial a cúpula de segurança publica da nossa cidade, do nosso Estado e do nosso país. Sabemos que este tipo de situação orquestrada assume maiores proporções em grandes centros urbanos e nas regiões metropolitanas, porém não podemos mais somente achar isto. Temos casos recentes deste tipo de crime organizado na nossa região, como foi o caso do sequestro recente do filho de um grande empresário da cidade e bem como temos vários relatos e crimes pelo interior do nosso Estado do roubo de cargas, tentativas de assaltos, sequestros-relâmpago, saidinhas de banco. Nós, que atuamos com empresas de segurança privada, temos acompanhado isso para trazer meios de prevenção que dificultem a ação dos meliantes ou grupo organizado.

STR Goianinha faz sua previsão orçamentária

STR de Goianinha comemora com seus associados e associadas as festas de final de ano. Ao mesmo tempo fez sua previsão orçamentária para o ex...