quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Prorrogado prazo para envio de propostas de Ater direcionadas ao atendimento de quilombolas


Foi prorrogado o prazo para que empresas públicas e privadas de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) mandem suas propostas para oferecerem serviços a 1,6 mil quilombolas dos estados de Goiás e Maranhão. Agora, os interessados têm até o dia 23 de outubro. A ação será destinada a famílias atendidas pelo Plano Brasil Sem Miséria, do Governo Federal. 

O investimento com essa chamada pública é de R$ 4,3 milhões. O prazo para a execução dos serviços é de 24 meses e serão iniciados até o ano que vem O coordenador-geral de Políticas para Povos e Comunidades Tradicionais do MDA, Edmilton Cerqueira, acredita que essa chamada dará a essas famílias acesso à produção e à cidadania. 
“À medida que chegamos com os serviços de Ater, contribuímos para a capacitação e para a melhoria do processo produtivo. É um trabalho que só tende a fortalecer as comunidades”, diz. 
Atividades Dentre as atividades a serem realizadas com as famílias, estão o diagnóstico socioeconômico dos agricultores e comunidade e o projeto de estruturação produtiva, com um fomento no valor de R$ 2,4 mil para cada família. 
“Essas chamadas fazem parte de uma estratégia do Governo Federal para melhorar a condição de vida dessas populações que fazem parte do Brasil Sem Miséria. E o MDA vem aperfeiçoando, cada vez mais, as ações voltadas para essa parcela da população”, completa Edmilton. 
Jalila Arabi
(61) 2020-0192 / (61) 2020-0262
imprensa@mda.gov.br 

STR Goianinha faz sua previsão orçamentária

STR de Goianinha comemora com seus associados e associadas as festas de final de ano. Ao mesmo tempo fez sua previsão orçamentária para o ex...