quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Feira atrai compradores já no primeiro dia



Sol, mar, uma vista privilegiada do Pão de Açúcar e produtos vindos de todas as regiões do Brasil. A VIII Feira Nacional da Agricultura Familiar e Reforma Agrária – Brasil Rural Contemporâneo recebeu no primeiro dia cerca de 4 mil visitantes desde a abertura dos portões, às 16h. Empolgados com o preço, bom atendimento e a qualidade das mercadorias, era difícil encontrar alguém sem ao menos uma sacola nas mãos.

Nem o pé imobilizado impediu a dona de casa Maria da Conceição da Silva, 58, de ver de perto a edição 2012 do Brasil Rural Contemporâneo logo no primeiro dia. Com um sorriso no rosto e o carrinho cheiro de compras ela justificou: “As coisas estão chegando e a gente compra. Se deixarmos mais para frente, acaba tudo”.

O aposentado Henrique de Souza Nunes, 67 anos, conheceu a Feira em 2009, na últimavez em que o evento foi realizado no Rio de Janeiro, e gostou muito. Este ano, a boa impressão anterior e a propaganda feita pelo cunhado sobre uma especiaria sulista – figo seco sem açúcar – o fizeram retornar. “A mercadoria que trouxeram, nós compramos. Todas as 14 caixas”, contou.

Em poucas horas ele percorreu os estandes de todas as regiões do Brasil e comprou não só para ele, também para os amigos. “O diferencial é que tem muita variedade, coisas que normalmente não encontramos no Rio, só em lojas especializadas. E aqui temos tudo isso em um lugar só”, animou-se.

Kátia Maria Teixeira, 54, veio a Feira pela terceira vez. Ela declara com tom de orgulho que participou de todas as edições no Rio de Janeiro. “Venho em todas e sempre fico encantada com os trabalhos.Seu eu pudesse, levaria a feira toda.”

Este ano Kátia queria tanto vir que preferiu não esperar que alguém a trouxesse, veio sozinha para aproveitar os produtos recém-chegados. O único problema, segundo ela, é levar para casa tudo o que comprou. “Eu sei que no domingo, não vai ter mais porque está tudo muito lindo e o preço é ótimo, então eu tenho que conseguir levar”, divertiu-se enquanto tentava carregar mais um vaso com as duas mãos cheias de sacolas.

STR Goianinha faz sua previsão orçamentária

STR de Goianinha comemora com seus associados e associadas as festas de final de ano. Ao mesmo tempo fez sua previsão orçamentária para o ex...