segunda-feira, 27 de maio de 2013

Oficina reúne dirigentes e assessores de Formação e Finanças em Brasília

 
 
 
 

FOTO: César Ramos

A FETARN participa em Brasília no período de 27 a 29 de uma oficina preparatória para multiplicadores em finanças e sustentabilidade política e financeira do MSTTR com os diretores José Edson de Oliveira, Manoel Cândido da Costa e o assessor Paulo José.

A abertura da Oficina Preparatória das Ações do Projeto para Multiplicadores e Multiplicadoras aconteceu na manhã desta segunda-feira, 27 de maio, no auditório Margarida Maria Alves, na Escola Nacional de Formação da CONTAG, em Brasília. A atividade acontecerá até 29 de maio e reúne os(as) dirigentes e assessores(as) de Formação e Organização Sindical e de Finanças das 27 Federações filiadas.

Antes das falas políticas, foi realizada uma mística com a integração de todos os(as) participantes, onde foram apresentadas as expectativas com esta oficina. Vontade de aprender, esperança, motivação e troca de experiências foram alguns dos desejos do grupo.

O secretário de Finanças e Administração da CONTAG, Aristides Santos, durante a abertura, destacou a importância da unidade dentro do próprio movimento sindical. “Estamos vivendo um momento de buscar uma integração cada vez maior entre as Secretarias. Esta oficina, inclusive, está sendo realizada a partir da parceria entre as Secretarias de Finanças e Administração e de Formação e Organização Sindical da CONTAG. Temos que fazer os planejamentos e os debates de forma conjunta”, defendeu.

Em seguida, Juraci Souto, secretário de Formação e Organização Sindical da Confederação, acrescentou que a oficina é estratégica para a gestão político-financeira do MSTTR. “Temos uma pauta extensa e propostas concretas para essa atividade. Vamos nos apropriar desse conteúdo que trabalharemos nesses dias para aperfeiçoar o nosso papel importante de fazer a gestão e garantir a autossustentação do nosso movimento”.

Por fim, o presidente da CONTAG, Alberto Broch, citou alguns dos desafios a serem enfrentados pelo MSTTR. “No 11º Congresso da CONTAG aprovamos a unidade do MSTTR. Também temos o desafio de aprimorar a nossa organização sindical, como aprovar o PL 751 que trata da representatividade sindical. Temos, ainda, que replicar nos estados a importância do trabalho por Secretarias, mas de forma integrada. Só assim conseguiremos dar conta de toda a demanda e diversidade dentro do nosso movimento sindical”.

A oficina tem como objetivo a construção coletiva das estratégias de desenvolvimento e acompanhamento das ações políticas e pedagógicas dos 27 encontros estaduais, além de debate sobre as resoluções do 11º CNTTR em relação à sustentabilidade político-financeira.


PROGRAMAÇÃO -
 Na tarde deste primeiro dia de oficina estão programados momentos para apresentação de ações do Programa Nacional de Fortalecimento das Entidades Sindicais (PNFES), da Proposta Metodológica para os encontros estaduais e debate.

No dia 28, ocorrerão a apresentação dos resultados da Pesquisa de Perfil dos Participantes do 11º CNTTR, feita pela ENFOC; uma avaliação do Congresso da CONTAG; aprofundamento das deliberações aprovadas, principalmente as que referem-se à sustentabilidade político-financeira e à organização sindical do MSTTR; e a exposição da FETAEMA quanto à experiência do recadastramento sindical.

No último dia, 29 de maio, haverá a construção de estratégias de atuação político sindical para o fortalecimento da sustentabilidade político-financeira do MSTTR a partir das resoluções congressuais, considerando o debate realizado nesta oficina. Também estão programados o estabelecimento de compromissos e avaliação da atividade.
 

STR Goianinha faz sua previsão orçamentária

STR de Goianinha comemora com seus associados e associadas as festas de final de ano. Ao mesmo tempo fez sua previsão orçamentária para o ex...