domingo, 20 de julho de 2014

CONTAG e Embrapa fortalecem relações institucionais

 
FOTO: Arquivo Embrapa

O presidente da CONTAG, Alberto Broch, e o secretário de Política Agrícola, David Wylkerson, estiveram reunidos com o presidente da Embrapa, Maurício Antônio Lopes, com o diretor executivo de Transferência de Tecnologia, Waldyr Stumpf Junior, e Fernando do Amaral Pereira, chefe do Departamento de Transferência de Tecnologia. A reunião se deu na tarde da última quarta-feira, 16 de julho, na sede da Embrapa Nacional, em Brasília/DF.

O fortalecimento das relações na parceria CONTAG e Embrapa, tendo a Agricultura Familiar e o Desenvolvimento Sustentável como foco prioritário da Pesquisa Agropecuária, foi o tema principal da reunião, avaliada muito positivamente pelos representantes da CONTAG para retomada das ações previstas no Acordo de Cooperação Geral, estabelecido entre as instituições desde janeiro de 2011.

Para o presidente da CONTAG, “a abertura para avançar nas ações do Acordo de Cooperação entre CONTAG e Embrapa foram excelentes, especialmente, pela clareza com que Maurício Antônio Lopes se referiu à CONTAG como parceira estratégica pela representatividade, capilaridade e capacidade de articulação e mobilização em todas as Regiões/Estados/Municípios do País”. Para David Wilkerson, “a nova parceria na visão expressa pelo presidente da Embrapa de avançar nos processos metodológicos pensando a pesquisa de modo participativo e envolvente dos beneficiários, ajustada às mais diversas realidades do País, saindo do estado vertical para um estado transversal, assumindo um novo conceito de desenvolvimento, é o mais importante avanço já manifestado e responde às demandas da Agricultura Familiar por um desenvolvimento rural sustentável”.

Ao ouvir do presidente da Embrapa que “é urgente a necessidade de mudanças na Gestão da Pesquisa para enxergar o Território e conhecer com maior precisão as demandas dos Espaços Rurais para agir com visão integral sobre esses espaços, num ambiente de mobilidade, logística, manejo integrado dos bens naturais...”, Alberto Broch vê que a persistência da CONTAG em fazer com que a pesquisa esteja cada vez mais a serviço da Agricultura Familiar está produzindo bons frutos. “Os sinais já foram dados com a realização do 1º Encontro Regional de Planejamento Região Norte, realizado em Belém/PA, em junho de 2012, com importantes reflexos nas Federações e Unidades Estaduais de Pesquisa, iniciando o processo de articulação e organização de Fóruns Locais e Estaduais de Pesquisa com foco na Agricultura Familiar”.

Como encaminhamento decidiu-se realizar, a cada seis meses, reunião entre as Diretorias da CONTAG e Embrapa com o objetivo de avaliar as ações do Acordo de Cooperação Geral. Também será retomado o Grupo de Trabalho do Acordo de Cooperação que tem atividades urgente para encaminhar como elaboração de proposições à LDO/LOA 2015, em especial, para garantir recursos necessários para atividades de mobilização, articulação e formação de Fóruns Regionais/Locais de Pesquisa voltados para o desenvolvimento da Agricultura Familiar. O GT deve, ainda, elaborar projetos para viabilizar ações previstas no Acordo de Cooperação Geral, bem como, proposta que contemple a participação da CONTAG e Federações nos Eventos de Concertação, previstos na parceria Embrapa/MDA, bem como nos Eventos de Atualização do Plano Diretor da Embrapa. Além disso, deve organizar oficinas para elaborar o Plano de Ação do Acordo de Cooperação Geral entre Embrapa e CONTAG.

FONTE: Secretaria de Política Agrícola da CONTAG

STR Goianinha faz sua previsão orçamentária

STR de Goianinha comemora com seus associados e associadas as festas de final de ano. Ao mesmo tempo fez sua previsão orçamentária para o ex...