quinta-feira, 23 de maio de 2013

Trabalhadores(as) cobram eficiência do MTE


22/05/2013| GTB 2013
 
FOTO: Gabriella Avila

No início da caminhada do Grito da Terra 2013, os manifestantes pararam  por um momento em frente ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) para a realização um ato político. Este Ministério é responsável pelo registro sindical dos sindicatos do MSTTR. Atualmente, há mais de 250 processos de registro parados, aguardando pela liberação. Esta demanda está na pauta do GTB a várias edições.

 “Para que possamos continuar fortalecendo a luta em nossos municípios e estados, precisamos ter sindicatos e federações cada vez mais fortes e representativos”, disse o secretário de Formação e Organização Sindical, Juraci Souto, durante o ato. “Para isso, os sindicatos precisam estar inscritos no MTE. Nós estamos de acordo com nossas responsabilidades, mas há muitos anos os processos de enquadramento sindical estão parados nas gavetas do Ministério”, completou.

Outra demanda é a fiscalização para combater o trabalho escravo, também responsabilidade do MTE. “É preciso que o ministro entenda que a fiscalização do trabalho é importantíssima para combater os abusos do latifúndio com os trabalhadores e trabalhadoras. É preciso que tenha condição para mais auditores”, ressaltou a secretário de Assalariados e Assalariadas Rurais.

FONTE: Imprensa CONTAG - Gabriella Avila

STR Goianinha faz sua previsão orçamentária

STR de Goianinha comemora com seus associados e associadas as festas de final de ano. Ao mesmo tempo fez sua previsão orçamentária para o ex...